10 de julho de 2010

Serei minucioso

Bom dia Meu Filho, Minha Filha!

Nada há encoberto que não venha a descobrir-se. Nada há oculto que não venha a conhecer-se*. Um dia, quando finalmente nos encontrarmos face a face, faremos um balanço da tua vida. Recordaremos juntos tudo o que fizeste, de bom e de menos bom.

E garanto-te que serei minucioso. Serei especialmente minucioso quando recordarmos o bem que espalhaste à tua volta. Se até os cabelos da tua cabeça os tenho contados quanto mais não me hei-de preocupar em registar o bem que fazes em cada dia. De nada me esquecerei. 

Mas entretanto já sei qual será a parte mais consoladora e divertida: será quando ouvires a lista de tanto bem que fizeste sem que te apercebesses. Mas, por agora, preocupa-te em fazer o bem, bem feito. Teremos tempo para o saborear.

Um abraço deste Pai que te ama

[*Mt 10, 24-33]

3 comentários:

Isabel Mota disse...

Obrigada Pai pelas por estas palavras que marcam o início de mais um dia. Muito Obrigada por estares sempre, sempre comigo. Isabel Mota

concha disse...

Bom dia meu Pai!
Sei que nem sempre pratico o bem quando o poderia fazer.Há tanta desculpa para que assim aconteça e nenhuma é uma justificação verdadeira.
Estou-Te grata por me lembrares, esta manhã, mais uma vez na Tua infinita paciência.
Um abraço desta filha que Te ama e vai descobrindo nas pequenas coisas da vida, porque Tu assim o queres, mesmo se sempre com tantas dúvidas.

Anónimo disse...

Boa tarde meu Pai!
Gostei muito desta oração, vou estar mais atenta em fazer o bem aos outros, para um dia quando nos encontrar-mos poder benificiar da TUA infinita bondade.
A tua filha que muito TE quer e procura.
Anita