25 de abril de 2009

A liberdade dos filhos da luz

Bom dia Meu Filho, Minha Filha!

A conquista da liberdade é algo essencial para qualquer povo. Cada um poder expressar as suas ideias, manifestar-se a favor de uma causa, movimentar-se à vontade, reunir um grupo de amigos, divertir-se, viajar, ler sem restrições. Tudo isso são valores fundamentais. Mas – pergunto - de que serve toda essa liberdade se não se aprender a tirar proveito dela?

Ambicionar apenas a liberdade de poder fazer tudo o que te apetecer é ambicionar muito pouco. O meu desejo profundo é que, na liberdade de poder fazer tudo, encontres a liberdade de escolher fazer o melhor. Sempre e apenas o melhor. O melhor para ti e o melhor para os outros. Essa é a liberdade dos filhos da luz.

Um abraço deste Pai que te ama

5 comentários:

Helena disse...

Gostava que voltasse à publicação em forma de texto (ou ambas as formas). Às vezes (como hoje) não fico a saber qual era o texto por não ter oportunidade de o ouvir. A leitura permite ouvir esta oração em silêncio e meditar, reler, repensar. Além disso, nem sempre estou sozinha ou com vontade de que quem me rodeia também ouça.
Já agora... outra sugestão - ambos os blogues (este e o "Ver para além do olhar") são de difícil leitura, as letras fazem pouco contraste com o fundo e o "pintalgado" deste só contribui para baralhar.

Nônô disse...

Gostei muito desta oração! Uma maneira saudável de festejar este feriado, que se distancia tantas vezes do essencial. Obrigada ;)

Nélson Ramires Faria disse...

Oração fantástica, muitos parabéns.

E tendo em conta que Nélson significa "Filho da Luz", podes imaginar o quanto me diz ;)

Ana Filipa disse...

Lindo! Vale a pena pensar nisto ;)

João Delicado sj disse...

Olá Helena, Nônô, Nélson e Ana Filipa! Obrigado pelos vossos comentários!

Helena: ainda bem que me diz isso. Como ando a explorar o vídeo e sinto que é o que as pessoas mais gostam, estava quase convencido a deixar de pôr o texto escrito... Mas assim vou continuar a pôr.

Quanto à apresentação: gostava de fazer um refresh ao visual dos blogues mas ando muito apertado de tempo. Peço a sua paciência até mais daqui a uns tempos... e agradeço estes feed-backs sem os quais não saberia aquilo que me comunicou!

ABRAÇOS!
João.