11 de abril de 2009

A maior des-ilusão de todos os tempos


Bom dia Meu Filho, Minha Filha!

Toda a gente diria que as desilusões são algo a evitar. Pois eu digo-te: deves procurar as desilusões. Não percebes? Ouve com atenção: deves procurar as des-ilusões. Ou seja: deves procurar destruir as ilusões; porque são elas que te adormecem e enganam.

Por isso, as des-ilusões são dos maiores objectivos que podes ter na vida. São elas que te permitem ver para além do olhar. São elas que te permitem a adequação à realidade. Só assim poderás alcançar a vida em abundância.

Repara: se não estivessem abertos à des-ilusão nunca os amigos de Jesus teriam acreditado na ressurreição! Teriam ficado imobilizados pela ilusão do fracasso. Mas porque estavam de coração aberto puderam viver a maior des-ilusão da História. E, através dela, puderam receber, nada mais nada menos que a maior alegria de todos os tempos.

Um abraço deste Pai que te ama

2 comentários:

Mª João disse...

Nunca tinha pensado assim...

Isabel disse...

Engraçado... há cerca de 14 anos ouvi de um professor este "conceito" de as desilusões serem de facto uma coisa boa...tinha já esquecido...foi bom relembrá-lo. Obrigada.